in

Katy Perry fala sobre novo álbum em entrevista à Capital FM

Com o lançamento de novos materiais vem bastante aparição pública, interatividade com fãs e entrevistas ao redor de todo o mundo. Na manhã de ontem (21), em Londres, Katy Perry concedeu entrevista à Capital Fm, onde falou sobre novo álbum, Brit awards e Sia.

A entrevista com Roman Kemp começou de maneira bastante descontraída: Katy Perry entrevistando uma fã com detector de mentiras. “Você gostou de Chained to the rhythm?”, “Gostou do meu novo cabelo?”, “Já baixou alguma música minha ilegalmente?” foram algumas das perguntas da pop star.

Durante a conversa, Katy disse que aquela era uma de suas primeiras entrevistas após o retorno, mas que era estranho falar assim porque ela nunca saiu para ter um “Retorno”. E que ela mudou bastante como pessoa nesse intervalo de 4 anos desde a composição do seu ultimo álbum, Prism.

“São 4 anos de mudança, muita coisa mudou na minha vida, eu entrei nos meus 30 e isso está sendo, tipo, a melhor fase da vida porque estou resolvida sexualmente, na vida pessoal, profissional e isso está influenciando nas letras que eu escrevo”

Ao longo da conversa, o apresentador perguntou à Katy como era trabalhar com a Sia, e como não deveria ser diferente, Katy disse que o relacionamento entre as duas é bastante harmônico.

“Nós já havíamos escrito juntas para o PRISM, eu a conheço desde o começo da minha carreira, ela é uma das minhas melhores amigas. Ela me ajuda nos momentos difíceis.”

Katy revelou que trabalhar em “Chained to the rhythm” foi um desafio bastante grande. A composição aconteceu após as eleições, e segundo a diva, um sentimento de depressão  e decepção estava sobre ela, e que isso a fez escrever uma música que fosse legal de ouvir e que criticasse as coisas enquanto o mundo estava um caos.

“Foi um ótimo exercício para escrever uma musica que de primeira era bem legal e que quanto mais você mergulha nela, significados diferentes são identificados. O vídeo parece um clássico KP, mas se você investigar e prestar atenção existem elementos por todo lado”.

Uma das grandes curiosidades dos fãs de todo o mundo, é se o novo álbum já tem nome. A resposta é: Não! Katy revelou que escreveu cerca de 40 músicas para o KP4, mas que ainda não decidiu um nome para o trabalho e que apesar de ter algo em mente, não vai forçar isso por enquanto.

“As pessoas falam “O que? 40 músicas?”, mas na minha opinião você tem que escrever 3 músicas boas pra ter uma incrível, e nós só vamos usar musicas incríveis para o próximo álbum”

Katy revelou também que não pretende lançar o álbum todo de uma vez, que quer fazer isso calmamente, trabalhando cada música.

“Eu acho que quero lançar algumas músicas antes de dar a “refeição completa”, porque ouvindo uma música por vez você entende melhor, sabe a história, agora quando tem 17 músicas de uma vez só é meio que só ler a manchete.”

Katy encerrou a conversa falando que está bastante animada para a performance no Brit Awards, que acontece hoje (22).

Escrito por Leonan Oliveira

Fã desde 2010, loucamente apaixonado e inspirado pelas letras da Katy, leonino, de São Paulo/SP e estudante de Jornalismo! Can I get a witness?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…